2019.01.17

Uma péssima noite de sono, transitando entre estados de consciência como se fazendo baldeações entre estações de trem. Inexplicavelmente não estou cansado hoje. Uma surpresa. Vamos ver se de tarde bate a lombeira.



Culpa do calor. Óbvio. Ou, pior, da crise que me impede de ter um ar condicionado. Ou, pior, da minha inabilidade de me curvar aos "powers that be". Ok, a culpa é minha. Sempre é.



Os grupos de What's App com viés corporativo dos quais participo transitam entre o delírio completo e a total negação. Os de antigos colegas de trabalho são sarcásticos e pessimistas, quando não escatológicos. Essa esquizofrenia narrativa vai acabar com a realidade do mundo do trabalho em pouco tempo.



Genial. Pena que toda risada pareça o prenúncio de choro e ranger de dentes. Mas não posso esquecer que não discuto mais política.

Café Filho, Café Filho, Café Filho.



Não entendo essa fixação os Ghostbusters. O primeiro é ótimo, mas o segundo nem foi bom. Por que diabos não conseguimos ficar satisfeitos com o que já vivemos no passado sem querer ressuscitar relações passadas? Nossa sociedade irá morrer de Nostalgia aguda.