2019.01.10

A fantasia de liberalismo econômico meritocrático no Brasil depende de uma negação tão grande que me espanta que qualquer um que tenha trabalhado duas semanas no pretenso mercado corporativo acredite nela sem ser irônico.



Talvez por isso ainda falem a sério de comunismo por aqui. Somos propensos a acreditar em contos da carochinha.



Acordo de madrugada preocupado que a gata esteja presa na cozinha há muito tempo, mas com medo de solta-la e sermos novamente mordidos. Meia hora paralisado, tentando tomar uma decisão. Quando levanto para tomar uma água ainda sem uma posição descubro que ela estava solta.

Alguns problemas se resolvem sozinhos.



Problemas que não temos mais: passar dois meses perdendo folhas de cheque por escrever o ano errado.



O computador finalmente morreu. Vamos ver se dá pra ressuscitar. Enquanto isso, vou tirar o dia pra fazer duas coisas importantes: soul searching e preparar campanha de RPG.



Retomando o RPG de quinta.